Inscrição no Enem começa nesta segunda-feira

Começam nesta segunda-feira, às 10h, as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para os dias 24 e 25 de outubro. Interessados têm até 5 de junho para se cadastrar. A taxa, no valor de R$ 63, deve ser paga até 10 de junho. Com a nota do exame, os participantes podem concorrer a vagas em pelo menos 128 universidades e institutos de ensino superior do País, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Em Pernambuco, a avaliação é obrigatória para quem deseja estudar em uma das quatro universidades públicas – UFPE, UFRPE, UPE e Univasf.

As inscrições são feitas pela internet, no endereço http://enem.inep.gov.br/participante. Para se cadastrar, o candidato precisa ter carteira de identidade e CPF (não pode usar o número dos pais ou responsáveis). Este ano, o estudante terá que informar obrigatoriamente um e-mail válido. O endereço eletrônico informado não pode ser utilizado por outro participante.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela avaliação, vai usar o e-mail e o número de celular cadastrados para enviar aos inscritos informações relativas ao Enem. A expectativa do governo federal é de que mais de 9 milhões de pessoas se inscrevam para o exame.

Têm direito à gratuidade alunos concluintes do ensino médio este ano que estejam matriculados na rede pública de ensino. Também ganham isenção da taxa candidatos que declararem carência nos termos do edital. A partir deste ano, o estudante que conseguir isenção e faltar às provas perderá o benefício no Enem em 2016.

Em Pernambuco, as provas serão aplicadas em 76 cidades e no Arquipélago de Fernando de Noronha. Ao se inscrever, o candidato deve informar em qual município deseja realizar os testes. Ele tem que indicar também a língua estrangeira que quer responder na prova de linguagem, se espanhol ou inglês.

Outra novidade é que quem tiver menos de 18 anos até o primeiro dia do exame (24 de outubro) e não concluir o ensino médio este ano ficará impedido de usar a nota do Enem para se inscrever, por exemplo, no Sisu. “Seus resultados destinam-se exclusivamente para fins de autoavaliação de conhecimentos”, diz o edital da avaliação. A medida pretende evitar que estudantes que não cursaram o 3º ano do ensino médio ingressem na universidade por meio de decisões judiciais, prática comum nos últimos anos. 

"Será a terceira vez que faço o Enem. Participei em 2013 e 2014, quando estava no 1º e no 2º ano do ensino médio. Fiz para pegar experiência, para conhecer as provas. Achei os testes muito extensos. Tive mais dificuldade nas questões de exatas. Pretendo me inscrever nos primeiros dias, para garantir logo minha participação", diz Amanda Santos, 17 anos, fera de jornalismo e aluna do Colégio Absoluto, no bairro de Areias, Zona Oeste do Recife.

NE10

Postagens Relacionadas
‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››