Campanha de vacinação contra a febre aftosa vai até 31 de maio


A primeira etapa de vacinação contra a febre aftosa para o rebanho de bovinos e bubalinos de Sairé já teve início, será de 01 á 31 de maio de 2017.

A Agência de defesa Agropecuária (ADAGRO) é o órgão pernambucano responsável pela campanha. A imunização é obrigatória e é a principal forma de se prevenir contra a doença. 

O criador deve observar alguns cuidados para garantir uma boa vacinação:

- adquirir vacina somente em estabelecimentos cadastrados pela Coordenadoria de Defesa Agropecuária. A legislação proíbe a o uso de vacinas contra a febre aftosa adquiridas em etapas de vacinações anteriores;

- a vacina deve ser mantida refrigerada, entre 2 e 8 graus centígrados, tanto no transporte como no armazenamento, usando para isso uma caixa de isopor, com no mínimo dois terços de seu volume em gelo. A vacina não deve ser congelada;

- escolher o horário mais fresco do dia para realizar a vacinação;

- vacinar de preferência no terço médio do pescoço (tábua do pescoço). 
Independente da idade, a dose é de 5 ml de vacina. A vacinação é obrigatória para todos os bovinos e bubalinos.

- usar seringas e agulhas higienizadas e descartáveis.

- substituir(descartar) a agulha com frequência, para evitar infecções;

- O descarte das agulhas e seringas devem ser realizados com cuidado, evitando risco de contaminação, bem como acidentes de trabalho. Descartar em portes separados e identificados.

- manter os frascos da vacina resfriados durante a operação;

- classificar os animais por idade (era) e sexo, para evitar acidentes durante a vacinação;

- a vacinação deve ser realizada de 01 a 31 de maio de 2017. O criador tem que comunicar a vacinação a ADAGRO. É preciso ainda, declarar todo o rebanho bovino e bubalino. A declaração de vacina deve ser realizada perante ao fiscal da ADAGRO. No mesmo prédio do IPA, ao lado da farmácia Mais Saúde, centro Sairé.

Postagens Relacionadas
‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››