sexta-feira, 29 de abril de 2016

Cerca de 500 mudas de plantas nativas serão distribuídas em Sairé

Comprometida com as questões ambientais, a Prefeitura de Sairé - através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente - fará uma ação educativa para conscientizar a população sobre a importância da conservação dos recursos naturais. Para isso, foram adquiridas 500 mudas de plantas nativas, para serem entregues a moradores locais.

A distribuição de espécies nativas da região - como ipês (amarelo e roxo), mamão, graviola, acerola, jenipapo, sabiá, jambo, goiaba e caju - acontecerá durante as “Ações Cidadãs” que serão realizadas no município. Quem participar, também receberá orientações sobre o plantio e os cuidados necessários com cada muda.

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, José Herculano da Silva, comentou a iniciativa: “a secretaria vem cuidando e incentivando a população do nosso município a plantar árvores, projeto este que faz parte do ‘Sairé + Saudável’. Isto também proporciona mais qualidade de vida para os saireenses”.

Conselho Tutelar de Sairé ganha Kit com carro e equipamentos

O município de Sairé, Agreste de Pernambuco, será um dos 25 municípios a receber um kit com carro, computadores, impressora, geladeira e até bebedouro. A solenidade de entrega acontecerá neste sábado (30) às 10h30 em Poção, no Sertão de Pernambuco.

As cidades que serão contempladas com os kits são: Água Preta, Marial, Camocim de São Félix, Ferreiros, Jaqueira, Ibirajuba, São José da Coroa Grande, Parnamirim, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Tabira, Bezerros, Chão de Alegria, Floresta, Sanharó, Santa Terezinha, São Joaquim do Monte, Timbaúba, Araiçoaba, Iati, Palmares, Paudalho, Paulista. O evento que marca a entrega do kit contará com a presença do senador Humberto Costa (PT-PE), a ministra das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, Nilma Lino Gomes, prefeitos e lideranças políticas das regiões.

NOVOS EQUIPAMENTOS – No evento, também serão anunciados R$ 3 milhões em investimentos para os conselhos tutelares de outros 23 municípios.  Os recursos foram garantidos pelo líder do governo, Humberto Costa, junto a Secretaria dos Direitos Humanos.

Audiência sobre segurança contribui para formatação de plano municipal

A II audiência pública para discussão de alternativas de manutenção da segurança no município de Sairé - no Agreste de Pernambuco - aconteceu na manhã desta quinta-feira (28) e reuniu representantes dos poderes executivo e legislativo, além das polícias Militar e Civil, Ministério Público de Pernambuco (MPPE), sindicatos, comerciantes, Conselho Tutelar, estudantes, líderes religiosos e sociedade civil.

Durante a explanação, o prefeito, Fernando Pergentino, prestou contas das ações de prevenção à criminalidade em Sairé, elencando uma série de ações que combatem indiretamente a violência. Pontos como o cuidado com estradas; saneamento básico; médicos atendendo a população; boa merenda; transporte de qualidade; folha de pagamento em dia; capacitação de professores, o que reflete na formação dos alunos; sinalização nas estradas de acesso à zona rural; iluminação pública; projeto para instalação de câmeras de monitoramento foram alguns dos apontados pelo gestor.



“Todos os que passaram, deram a sua contribuição. Agora, tem uma diferença muito grande: sabemos que temos que escutar o povo. [...] Não se constrói nada nesse país sem consultar o povo. [...] Em um tempo de crise, o momento é de juntar, é de unir, chamar para si a responsabilidade e traçar metas”, comentou ao falar sobre o empoderamento da população e a parceria com as polícias Civil e Militar.

O comandante do IV Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente coronel Roberto Galindo, destacou que o povo de Sairé é “ordeiro”. “Estamos satisfeitos, sobretudo pela colaboração da prefeitura. Isso não acontece em todas as prefeituras”. Já o delegado de Polícia Civil Humberto Pimentel elogiou: “Parabenizo a gestão, pois quem investe em educação, economiza em presídios, em segurança. Só a educação permite que os tabus sejam quebrados [...]. O município não tem obrigação com segurança, mas pode buscar parcerias, como está fazendo”.

As discusões em pauta durante a audiência irão contribuir para a formatação do plano municipal de segurança pública, que está sendo formulado por um conselho específico, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). 

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Sem crise, deputados estaduais retiram quase R$ 1 milhão da saúde para colocar no FEM

Sem alarde, atendendo pedido dos deputados estaduais, o governador Paulo Câmara (PSB) editou decreto para retirar R$ 975 mil da saúde do Estado para colocar no Fundo de Desenvolvimento Municipal (FEM).

O ato foi assinado nesta terça-feira (26), tendo efeitos imediatos.

Geralmente, o FEM é usado pelos prefeitos para obras simples, sem repercussão econômica, como calçamento de ruas.

É um fundo criado pelo ex-governador Eduardo Campos, em 2013, para repassar dinheiro diretamente às prefeituras, sem burocracia.

O decreto 42.963, de 26/04/2016, é referente à redistribuição de 5 emendas parlamentares de 4 deputados.

Essa redistribuição é realizada por solicitação dos próprios deputados. Como a a Legislação Orçamentária do Estado determina que as emendas parlamentaras tenham caráter impositivo, cabe ao Estado somente cumprir as indicações feitas pelos parlamentares.

São elas:

nº 235 – R$ 30 mil – Para execução de calçamento de ruas em Glória do Goitá

nº 445 – R$ 15 mil – Para reforçar o plano de trabalho em Paulista

nº 349 – R$ 80 mil – Para pavimentação em paralelepípedo em Venturosa

nº 234 – R$ 50 mil – Para execução de calçamento de ruas em Glória do Goitá

nº 319 – R$ 800 mil – Para reforçar o plano de trabalho em São Lourenço da Mata

Juntas, somam R$ 975 mil.

A retirada de quase R$ 1 milhão da saúde estadual para o FEM veio mesmo com o Estado de Pernambuco vivendo uma das suas maiores crises na área de saúde na história. Denúncias sobre desabastecimento de hospitais estaduais chegam todos os dias nos jornais. Terceirizados estão com salários atrasados e falta matarias básicos para atendimento aos pacientes.

Desde sua criação, em 2013, o FEM está envolto em polêmicas. Nas eleições do ano passado, a oposição criticou várias vezes o uso do FEM para supostamente “cooptar” prefeitos. As eleições municipais ocorrem em outubro deste ano.

“Criaram o FEM 1 e o FEM 2. E agora estão querendo criar o VEM, que é uma forma de trazer a qualquer custo e de premiar os infiéis”, ironizou Armando Monteiro Neto, em abril de 2014, quando era candidato a governador.

Com a palavra a Assembleia, a quem cabe fiscalizar o uso dos recursos.

Secretaria de Recursos Hídricos

Sem alarde, o governador Paulo Câmara (PSB) colocou R$ 18 milhões no orçamento da Secretaria Executiva de Recursos Hídricos e Energéticos, através do decreto 42945, assinado em 20 de abril.

Entretanto, apenas cinco dias depois, o mesmo governador editou outro decreto, retirando os mesmos R$ 18 milhões da secretaria.

O que aconteceu para mudança tão rápida do destino dos 18 milhões. Um palpite feito, sob reserva, foi o “efeito da crise”. Outro, também sob reserva, foi um suposto erro administrativo da Secretaria Estadual de Fazenda.

O dinheiro, inicialmente, iria para o programa Água para Todos, para saneamento e para prevenção de catástrofes naturais.


NE10

quarta-feira, 27 de abril de 2016

​Agentes municipais de combate às endemias são efetivados

Os agentes de combate às endemias de Sairé foram efetivados, em concordância com a Lei nº 1.289/16. Os profissionais foram considerados habilitados, com base no que abrange o inciso VIII do parágrafo 2º do artigo 1º da lei sancionada em 23 de fevereiro: [apresentação de] “certificado de conclusão de curso específico para o exercício da atividade”.

Os documentos citados são considerados legítimos para a efetivação dos dois agentes municipais de endemias, conforme o especificado no parágrafo único do artigo 2º da Emenda Constitucional nº 51/06. A efetivação é retroativa ao dia 1º de março deste ano e ocorreu na segunda-feira (25), no gabinete do poder executivo. 

Prefeitura reivindica demandas ao governo do Estado


A prefeitura de Sairé - através do prefeito Fernando Pergentino e do vice Natanael Ferreira - apresentou uma pauta de reivindicações ao Governador Paulo Câmara, em reunião realizada com o gestor e com o deputado estadual Waldemar Borges. O encontro aconteceu nessa quarta-feira (20) no Palácio do Campo das Princesas.

Entre as demandas apresentadas, estão: o apoio do governo do estado às áreas da Saúde e Educação municipal, a construção de uma quadra poliesportiva para uma unidade escolar local, a instalação de uma Academia das Cidades, assim como a doação de um veículo adequado para o transporte de pacientes que realizam tratamento médico no Recife. Também foi solicitada a construção de uma escola de tempo integral, a qual deverá beneficiar estudantes de Sairé e cidades vizinhas.

Além do prefeito, do vice e do deputado estadual Waldemar Borges, também participaram do encontro a primeira-dama do município, Silvânia Vasconcelos, e o secretário-executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto.

Audiência pública discute segurança em Sairé


Segurança pública será tema de uma audiência agendada para a próxima quinta-feira (28) em Sairé, Agreste de Pernambuco. Apesar do índice de criminalidade no município ser baixo, o objetivo da gestão municipal é prevenir ações do tipo. Discussões sobre empoderamento e município saudável farão parte da pauta do evento.


Na ocasião, serão “apresentadas e acolhidas sugestões para a formulação de políticas públicas, no sentido de coibir a violência e a criminalidade local, bem como para a conclusão do plano municipal de segurança pública”, conforme destaca o secretário de Administração e Planejamento, Wendes de Oliveira.



“Segurança pública tem a ver com o cidadão envolvido com a gestão do município”, destaca ainda o secretário de Administração e Planejamento ao relacionar o tema ao programa de governo “município saudável”. Vale destacar que ele apresentará um artigo sobre a experiência de Sairé durante a 22ª Conferência Mundial de Promoção da Saúde da UIPES [União Internacional para a Promoção da Saúde e Educação], que será realizada entre 22 e 26 de maio em Curitiba (PR).



Participarão da audiência pública representantes dos poderes executivo e legislativo, além das polícias Militar e Civil, Ministério Público de Pernambuco (MPPE), sindicatos, comerciantes, Conselho Tutelar, estudantes, líderes religiosos e sociedade civil.



Serviço
Audiência Pública sobre segurança
Dia: Quinta-feira (28)
Hora: a partir das 9h
Local: Clube Municipal (Arrudão)
Endereço: Avenida Cel. José Pessoa, s/nº, Centro.

CLIMATEMPO

DEFESA.ORG

 

© 2011-2014 Sairé News. Traduzido Por: Alison Marquess - Designed by Alison Marquess

Back To Top