Impossível segurar os 21 partidos na base do PSB



Há um esforço desesperado de assessores de Paulo Câmara no sentido de manter a unidade dos 21 partidos da Frente Popular nas eleições do próximo ano. É uma tarefa quase impossível e de resultado prático duvidoso. Melhor seria se o PSB lutasse pela vitória dos seus velhos militantes e não de aliados de ocasião. Arraes, na eleição municipal de 96, “elegeu” 131 prefeitos que se diziam da Frente Popular. Dois anos depois, quando perdeu o governo para Jarbas, restaram 13.

Blog de Inaldo Sampaio

Postagens Relacionadas
‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››