Prefeito de Barra de Guabiraba participa da Marcha de Prefeitos a Brasília


Iniciou na última segunda-feira (21) em Brasília a programação da 21ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. O prefeito de Barra de Guabiraba, Dr. Wilson Madeiro, juntamente com a primeira dama Maria Albuquerque, acompanhados da secretária de administração do município, Ana Alice e o Secretário de Finanças Rodolfo, participaram do evento.
O gestor aproveitou o evento para trocar ideias, visitar ministérios e participar da reunião com a bancada federal Pernambucana, onde foi tratado de diversos assuntos, no que diz respeito às receitas dos municípios.
“Vamos reforçar o movimento de prefeitos organizado pela Confederação Nacional de Municípios, cujo objetivo é chamar a atenção do governo federal para os desafios enfrentados pelos municípios, sobretudo no campo financeiro, com a queda na arrecadação”, observa o prefeito.
A XXI edição da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, programada para o período de 21 a 24 de maio de 2018, teve como objetivo principal, a luta em prol dos interesses dos municípios e que todos sejam agentes de mudanças, e que estas alcance o dia a dia do cidadão.
“Estou convicto que daqui sairá grandes decisões importantes para os nossos munícipes. É preciso reconhecimento e melhor distribuição do que se arrecada, já formos penalizados de mais, chegou a hora de darmos vez e voz aos municípios” comentou o prefeito confiante que a marcha representa o fortalecimento dos munícipios.
 Sobre a Macha
A Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios é uma mobilização democrática, realizada anualmente desde 1998, e tornou-se o maior evento político do Brasil, contanto com a presença de mais de 5 mil participantes: prefeitos, secretários municipais, vereadores, senadores, governadores, parlamentares estaduais e federais, ministros e presidentes da República.
Durante o evento são discutidas questões que influenciam o dia-a-dia dos Municípios e são apresentadas as reivindicações do movimento municipalista. A maioria das conquistas deve-se ao grande poder de mobilização e articulação dos gestores públicos municipais durante a Marcha.


Postagens Relacionadas
‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››