Coordenador Regional da Compesa fala ao Blog sobre a falta de água


A falta de água tem revoltado os moradores de vários bairros do Município de Sairé, que denunciam a falta do líquido nas torneiras de suas casas.  O Blog foi ouvir o coordenador regional da companhia, Elias Amorim, que nos concedeu a seguinte entrevista:

Blog: Por que o abastecimento em Sairé ficou prejudicado nos últimos dias?

Elias Amorim: A falta de água é divido a barragem não ser acumulativa, a Compesa consegue reservar certa quantidade de água e abastece a população, esse problema atual devido a estiagem foi algo inesperado, no Agreste esta seca vem afetando várias cidades, nós conseguimos água todo dia, mais não é o suficiente para chegar a todas as residências. Abastecemos primeiramente as partes mais baixas da cidade, aonde a água chega primeiro, nos pontos mais altos fica impossibilitado de ser abastecidos.

Blog: Qual medida será tomada de imediato pela Compesa?

 Elias Amorim: A opção agora é carro-pipa, mais estamos realizando estudos para ver a melhor viabilidade de voltar o abastecimento em todas as residências, por enquanto não teremos o abastecimento normalizado. O carro-pipa será uma opção para que a população não fique sem água.

Blog: Em relação às próximas faturas que estão por vir?


Elias Amorim: Neste mês de dezembro já estamos suspendendo os faturamentos, ninguém vai precisar efetuar pagamentos, até porque seria errado a Compesa cobrar algo que não está fornecendo. 

Postagens Relacionadas

5 comentários

2 de dezembro de 2016 08:31

Esse negócio de estudo é só enrolada.

Reply
avatar
2 de dezembro de 2016 08:36

Ninguém quer saber de estudo não, queremos saber é de realização pra hoje. Estudos já eram para terem feito há muito tempo, pois este problema com a falta d'água em Sairé não é de hoje. Quando vai terminar esta enrolada de estudos. Isto não é resposta convincente para a População de Sairé, queremos água em nossa casas de inverno à verão, pois Sairé é rico em água e nada é feito para resolver este problema, enquanto isso, toda água de nosso Município é distribuída para outros Municípios, abarrotando os cofres da Compesa.

Reply
avatar
2 de dezembro de 2016 14:15

Brejão secou mas insresponsabilidade pq brejão era pra ser nosso n das outras cidades. Um absurdo saire e rico de agua... Brejao com bombas ligadas 24hrs por dia pra plantações de iame... Cade a fiscalização... Isso n existir..

Reply
avatar
2 de dezembro de 2016 15:54

Primeiramente o Sr Elias está totalmente equivocado e infelizmente desconhece os problemas que afetam a falta de água da cidade. Sabemos que saire é auto-suficiente e não precisa de "carros pipas" para abastecer seus moradores. Outro fato para ser contestado, é que a localidade ao redor da sede da compesa que encontra-se numa região "alta" está sem água há dias, inclusive o hospital que fica na frente do reservatório da cidade; imaginem a região "baixa"? Total desconhecimento. Por fim, como pode suspender tributos, se o fato gerador já foi gerado? A população precisa urgentemente de resposta dos gestores sejam eles de qualquer segmento. É o que requer a população, SOLUÇÃO!!!

Reply
avatar
2 de dezembro de 2016 15:54

Primeiramente o Sr Elias está totalmente equivocado e infelizmente desconhece os problemas que afetam a falta de água da cidade. Sabemos que saire é auto-suficiente e não precisa de "carros pipas" para abastecer seus moradores. Outro fato para ser contestado, é que a localidade ao redor da sede da compesa que encontra-se numa região "alta" está sem água há dias, inclusive o hospital que fica na frente do reservatório da cidade; imaginem a região "baixa"? Total desconhecimento. Por fim, como pode suspender tributos, se o fato gerador já foi gerado? A população precisa urgentemente de resposta dos gestores sejam eles de qualquer segmento. É o que requer a população, SOLUÇÃO!!!

Reply
avatar
‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››